6 de abril de 2013

Minhas considerações sobre o uso de Petrolatos / Silicone

Olá, meus leitores!

Já há um bom tempo existe uma certa polêmica em torno do uso de Petrolatos em produtos capilares. Seriam eles realmente vilões na vida de quem está lutando por um cabelo bacaninha? Ou será que é exagero de gente xiita que gasta R$500.00 em produtos capilares todo mês? Ou é só mais uma daquelas lendas urbanas capilares das várias que existem por aí? Bem, eu testei, testei, testei, e hoje tô aqui pra contar minha experiência pra vocês! 


Primeiramente, pra quem tá super por fora do tema do post de hoje: Petrolatos são componentes encontrados em váááárias Máscaras de Tratamento, Condicionadores, Leave-ins e Reparadores de Pontas. Eles são componentes derivados do Petróleo, você encontra eles na lista de ingredientes dos produtos pelos nomes: Paraffinum Liquidum /Parafina Liquida, Mineral Oil/Óleo Mineral, Petrolatum/Petrolato.

Os fabricantes usam os Petrolatos nos produtos capilares afim de dar ao cabelo emoliência (deixam os fios mais macios) , lubrificação (afim de que não embaracem muito, reduzindo danos por atrito) e proteção (criam um tipo de película que não deixa agressões externas penetrarem no interior dos fios).

Leitores: "Mas Chibi, porque então os Petrolatos podem fazer mal aos fios?"

R: O grande problema dos Petrolatos é que são insolúveis em água. Isso significa que, por não serem totalmente removidos dos fios pela água, possuem um efeito acumulativo, que a longo prazo pode deixar o fio ressecado, sem conseguir receber o suficiente dos produtos de tratamento pois ele fica como que "encapado". Não encapado como um cabelo com formol (que em excesso é a pior forma que você pode encapar seus fios, não sai por nada!), mas encapado o suficiente pra atrapalhar bastante a recuperação de nossos cabelos.

Leitores: "Então porque a maioria dos produtos cosméticos possui esse componente se ele pode trazer esse tipo de malefício a longo prazo?"

R: Porque é um componente barato, deixa o custo do fabricante para desenvolver o produto beeem mais baixo! Infelizmente a maioria das empresas se importam mais com lucro do que com qualidade, especialmente aqui no Brasil.



Minha experiência com o uso e não uso de Petrolato

Primeiramente, deixo claro que minhas considerações são baseadas apenas em testes em meu próprio cabelo, que é fino, longo, ultra descolorido e bem frágil se não tiver os devidos cuidados. 

Desde o ano passado eu deixei de usar produtos que continham Petrolatos em sua composição. Substituí esses por produtos livres de Petrolatos, e pra minha surpresa, houve realmente melhora no desempenho de produtos capilares no meu cabelo, além de pontinhos brancos nas pontas que reduziram 90% apenas por deixar de usar esse tipo de produto, fora o aspecto do cabelo bem mais saudável, com brilho mais natural, de como se o fio estivesse com aspecto mais uniforme da raíz as pontas (meio difícil de explicar esse! rs). 

Comecei a notar também que meu cabelo simplesmente odeia Petrolatos, do fundo da alminha dele. Verifiquei produtos que nunca deram certo no meu cabelo, muitos deles tinham Petrolatos. 


O único produto que eu continuei usando que continha Petrolato, era o Reconstrutor K-Pak da Joico. Esse eu estava usando 1 vez por mês afim de suprir a etapa de Reconstrução do meu Cronograma Capilar. E pra minha grande surpresa: sempre que usava o Reconstrutor K-Pak da Joico, meu cabelo voltava a criar as bolinhas brancas nas pontas!!!
E não, não era excesso de Queratina, pois deixei de usá-lo e o substitui pela linda e maravilhosa Queratina Liquida da Bio Extratus, que além de realmente encorpar o meu cabelo ainda deixa Zero bolinhas brancas e sem quebra! Pois é.

Eu realmente não pretendo mais usar qualquer tipo de produto que contenha Petrolato em sua composição.

Leitores: Mas eu li que se você lavar o cabelo de 15 em 15 dias com Shampoo Anti-Resíduos ele remove esses Petrolatos. E agora, vale a pena?

R: Sinceramente? Não. Quem tem cabelo descolorido e colorido (especialmente no caso dos cabelos longos, em que as pontas são pedaços dos fios mais velhinhos e sensíveis) tem que fugir de Anti-Resíduos como o Diabo foge da Cruz.  Ele é um shampoo alcalino demais, abre muito as escamas dos fios, tende a deixar o cabelo ainda mais frágil.  Vale muito mais a pena usar produtos sem Petrolatos e usar o Anti-Resíduos só quando ver que seu cabelo realmente precisa, do que usar 1 vez por semana, 15 em 15 dias, só por causa dos Petrolatos. Na minha opinião e experiência capilar, é um sacrifício totalmente desnecessário porque teria que lavar bem o cabelo inteiro com um Shampoo Anti-Resíduos, incluindo as pontas, e especialmente pra cabelos descoloridos, finos e longos (ou pra quem está tentando deixar crescer), Anti-Resíduos nas pontas é suicídio capilar!

oi, raíz.

Minhas considerações sobre o uso de Petrolatos

Não sei se em cabelos virgens saudáveis os Petrolatos podem causar tantos problemas. Cabelos virgens, especialmente os que não passam por progressivas (no máximo um secador e uma chapinha junto a ótimos termo-protetores), não precisam de tanto investimento em produtos de tratamento, conheço gente que faz hidratação com produto barato/médio a cada 15 dias e tem o cabelo bonito. 

Já quem tem cabelo descolorido como nós "corolidas", acaba tendo os fios naturalmente mais vulneráveis, pois as escamas dele foram basicamente "estupradas" pelos descolorantes (mesmo os melhores descolorantes, ou então o cabelo não clarearia, né). O cabelo que foi descolorido perdeu muito da estrutura e composição natural dele, é um cabelo totalmente diferente de um cabelo virgem, que tem as escamas alinhadas, fechadas naturalmente e toda a composição natural dele bonitinha guardada dentro do fio.
Isso significa que não tem como ter um cabelo descolorido saudável? Claro que não! Dá pra ter um cabelo descolorido lindo, MAS precauções devem ser tomadas para que isso possa acontecer, muitos cuidados, muita observação, muito teste, muito amor e muita dedicação. (muuuito amor! hehe)

Eu realmente acredito que os Petrolatos não ajudem em nada cabelos descoloridos. Se é pra ter um componente emoliente, lubrificante e protetor, os Silicones são bem melhores que os Petrolatos.



Minhas Considerações sobre o uso de Silicones

Apesar de vários Silicones também serem ditos como "vilões capilares" por supostamente serem insolúveis durante nossos banhos, continuo usando produtos com Silicones e até hoje não notei nenhum efeito negativo, muito pelo contrário, meu cabelo sofria mais quando deixava de usar (Leave-ins, especialmente).

Silicones, pra mim, são essenciais. O cabelo precisa sim dessa camada que protege os fios, ela é importantíssima, ainda mais pra quem descolore. É o que protege das agressões externas, umidade, sol, poluição, atritos entre os próprios fios, o que é de grande ajuda para quem está fazendo a manutenção de cabelos descoloridos. Essa é a função principal deles, especialmente nos Condicionadores, Leave-in e Reparadores de Pontas

Óleos Puros Vegetais (como Azeite de Oliva ou Óleo de Coco Extra Virgem) são perfeitos para Umectação, mas pra maioria das pessoas eles pesam muito nos fios quando usados como Leave-ins. Já os Silicones não funcionam como Umectação e devem sim ser abolidos para este fim pois não tratam os fios, mas em compensação são ótimos nos Leave-ins porque protegem o fio sem dar um aspecto pesado ou ensebado.


Se vocês procurarem na internet a lista dos "silicones insolúveis", vão ter que parar de usar 99% dos produtos capilares. Acho uma tremenda bobagem abolir o uso de certos componentes só porque alguém disse que não se deve usar (sendo que a maioria dessas pessoas nem se deu ao trabalho de fazer testes em seu cabelo antes de compartilhar essas afirmações, só vão reproduzindo na base de Ctrl-C + Ctrl-V por aí). 

Façamos o teste e tiremos nossas próprias conclusões. Vale dizer que Silicones não são derivados do petróleo, é natural que não possuam efeitos idênticos nos fios.



Minhas recomendações aos leitores da Chibi Room

Se o seu cabelo está com algum problema em que parece que nenhum produto faz um bom efeito, eu recomendo com toda certeza começar a mudar todos os seus produtos para produtos sem Petrolato. E antes que pensem que só vão achar produtos caros sem Petrolatos, estão muito enganados! Um exemplo? Elseve e Pantene são marcas acessíveis e que possuem alguns produtos sem Petrolato (sempre leiam a composição antes de comprar).

Geralmente o mais difícil de encontrar sem Petrolato são Condicionadores. O único "de super mercado" que encontrei e que não possui Petrolatos foi o Condicionador da Farmaervas (que além de tudo é vegano, não testa em animais e tem um cheiro diliça!).

Se é para usar algum produto com Petrolato, escolha produtos em que você não faça uso frequente, produtos usados apenas 1 vez ao mês, de preferência.

Se não tem grana pra mudar todos seus produtos para produtos sem Petrolato, dê prioridade a Leave-ins/Seruns e especialmente aos Condicionadores, pois são produtos que usamos quase diariamente.

O grande erro que vejo muita gente cometendo nessa questão dos Petrolatos, é usá-los como Bode Expiatório para seus cabelos danificados. Pra quem não sabe o que isso significa: A pessoa não usa produtos adequados para seu tipo de cabelo, não tem todos os cuidados que deveria ter, porém credita todos os problemas capilares ao uso dos Petrolatos, como se eles fossem os únicos e maiores vilões no mundo dos cabelos. Não é assim também, né! Meu cabelo melhorou muito depois que deixei de usar os Petrolatos, mas também porque mantenho uma rotina de tratamento e cuidados impecável com ele.


Pra fechar: Comecem a pegar o hábito de ler os componentes dos produtos e se informar sobre eles. Não acreditem no que diz as embalagens, verifiquem os componentes para ver se aquilo realmente procede, se o produto realmente funciona para a função anunciada, o que tem de bom e ruim na composição. Podem ter certeza que assim suas escolhas e investimentos valerão muito mais a pena!

Espero que o post de hoje tenha sido útil, e fiquem a vontade pra compartilhar suas experiências com o uso ou desuso de Petrolatos. =]