12 de maio de 2013

Mais sobre Reconstrução, Queratina e Rigen

Oi, gente!

Primeiramente, gostaria de dizer que os comentários com dúvidas que ainda não foram respondidos serão respondidos assim que possível. Gostaria também de pedir para quem tiver dúvidas verificar o índice do Blog. Aí do lado na Estante Chibi temos a sessão "Cabelos", e está tudo muito bem organizado por lá, fácil de achar a informação que precisarem (além da caixa de busca/pesquisa, também aí na lateral). Digo isso porque muitas dúvidas que o pessoal tem deixado por aqui já foram respondidas detalhadamente, assim vocês não precisam ficar esperando eu ter tempo pra responder caso sua dúvida já tenha sido sanada por aqui, certo? Fikdik. ;)

Bem, vamos ao post de hoje!

Nessa minha vida de testar produtos e observar cautelosamente os resultados, eu notei coisas bastante relevantes quando o assunto é Reconstrução e que muita gente ainda fica cheio de dúvida.
Coisas do tipo:

"Tenho medo de usar Queratina, dar excesso e o cabelo romper!!!"
"Rigen deve ser usado para Nutrição ou Reconstrução?"
"Como saber que o cabelo está com falta de Reconstrução? Como saber a frequência dessa etapa no meu Cronograma?"

Hoje vou tirar essas dúvidas com base nas experiências que pude observar em meu próprio cabelo.


A Reconstrução

Eu já fiz um post exclusivo para Reconstrução, que vocês podem acessar clicando aqui. Mas fazendo um resuminho básico - a Reconstrução é a Etapa em que vamos dar mais força e resistencia ao cabelo, onde o tratamento vai alcançar até o mais profundo interior do fio de cabelo, o Córtex. E como fazemos isso? Depositando sobre os fios máscaras que contenham Proteínas/Aminoácidos.

A Queratina e os Aminoácidos

Nosso cabelo é composto por aproximadamente 85% de Queratina.
Pra quem não sabe, a Queratina é Proteína. Ou seja, a Queratina é uma proteína que já nasce em nossos fios, ela faz parte deles naturalmente.
A Queratina é composta por 20 Aminoácidos, entre eles Glicina, Alanina, Serina, Cisteína, Tirosina, etc.
Aminoácidos também são Proteína, já que fazem parte da Queratina.

O que isso significa? Significa que quando compramos um produto que tem só Arginina, ou Lisina, ou qualquer um desse Aminoácidos isoladamente, é como se estivessemos adquirindo um "pedacinho" da Queratina. Por isso esses produtos são considerados Reconstrutores mais amenos.

 Produtos Reconstrutores com Queratina são mais fortes pois contém todo o conjunto de Aminoácidos (logicamente isso também vai variar da proporção e da marca, mas isso é oooutro assunto!).

A Máscara Rigen da Alfaparf

O Rigen é popular pela internet quando o assunto é tratamento capilar já faz tempo! A grande maioria das pessoas que já o testou obteve bons resultados, e isso acabou gerando toda essa popularidade.

O Rigen popular é o da embalagem antiga, branca e azul, que já enchi de elogios aqui no Blog algumas vezes.


Os componentes princípais do Rigen são o Colágeno Hidrolizado e as Proteínas do Leite.
O que são Proteínas do Leite? São Aminoácidos,  e no caso do leite os principais são a Caseína, a B-Lactoglobulina e a A-Lactoalbumina.

Porque o Rigen se encaixa da Etapa de Nutrição, e não na Etapa de Reconstrução

Muita gente acaba encaixando o Rigen na Etapa de Reconstrução por seu resultado geralmente ser o de um cabelo mais encorpado.É muito difícil achar uma máscara de Nutrição que deixe os fios com esse resultado. Porém na minha opinião, isso se dá justamente ao fato do Rigen ser um produto realmente diferenciado. Se todas as máscaras de Nutrição encorpassem como o Rigen faz, nossa vida seria mais simples e mais barata! É isso que faz dele uma Nutrição potente que funciona na maioria dos cabelos.


"Mas Chibi, "encorpar" não é um efeito Reconstrutor?"

Sim, porém o "encorpar" do Rigen não é o mesmo que o de uma Reconstrução. A Reconstrução vai atingir o Córtex, lembra? E vai repor a Massa que o fio perdeu. A Queratina é um componente natural nos fios, então quando a gente repõe Queratina nós estamos repondo algo que realmente estava lá nos fios anteriormente mas que foi perdido. O mesmo vale para o uso de produtos com Aminoácidos da Queratina. Já os Aminoácidos do Leite não são os mesmo Aminoácidos da Queratina, não são parte natural dos fios que foi perdida, o uso dos Aminoácidos do Leite resulta em algo beeem mais leve. Pra quem descolore o cabelo como nós corolidas, acaba sendo uma quantia insignificante pra quem precisa ter uma rotina firme de Reconstrução.

A Nutrição vai fortificar o cabelo, mas não vai atingir o Córtex. Especialmente no uso do Rigen, eu sinto que o "encorpar" se da mais a Cutícula do fio e camadas mais externas, sem atingir o Córtex.


"Então não é adequado usar o Rigen na Etapa de Reconstrução?"

Eu realmente não recomendo, porque o Rigen não tem Queratina ou algum Aminoácido da Queratina, e acredite, se não usar um produto que contenha esses componentes o seu cabelo vai começar a demonstrar a falta deles mais cedo ou mais tarde.


A minha Experiência que levou a essas conclusões, para os que estiverem interessados

Antigamente eu fazia uma Escova Progressiva Caseira, aquelas a base de Queratina e Formol. Nesse tempo eu parei com o uso de qualquer produto que tivesse Queratina, porque esse tipo de Progressiva é como se fosse uma baita Cauterização, e se você continua usando Queratina em outros produtos o cabelo vai enrijecendo, quebrando, ficando com aquele aspecto "esticado" que ninguém gosta. Fazia então meu Cronograma apenas com Hidratação, Nutrição e Umectação. Para Nutrição estava usando o Rigen, justamente por ser bem forte e muita gente considerar até Reconstrutor, e tudo estava indo muito bem, meu cabelo estava muito bonito e com maleabilidade. Porém a Progressiva tira muito o volume do meu cabelo, o que me levou a deixar de faze-la já faz 1 ano e pouco. Meu cabelo é liso até a altura da boca, depois ondula levemente e só na região mais próxima as pontas costumava formar cachos mesmo, então mesmo que eu fique 1 ano sem fazer progressiva, não tenho aquele problema da raíz ondulada, o que me deixa numa situação bem confortável.
Bem, aconteceu que mesmo parando com a Progressiva, por até uns 6 meses meu cabelo tinha quebra quando eu tentava usar alguma máscara com Queratina nos meus testes de mecha, o que me fez ficar ainda mais muito tempo sem usá-la no meu Cronograma. Nisso continuava sem fazer Reconstruções, e usando o Rigen. Até que no final do ano passado meu cabelo começou a apresentar quebra nas pontas, que eu tentei resolver de várias formas sem sucesso. O cabelo estava brilhante e maleável, porém quebrando nas pontas. Foi quando resolvi testar a Queratina, e adivinhem? Acabou a quebra. Ou seja, meu cabelo a essa altura já estava com falta de Queratina, estava sem Massa suficiente no Córtex, estava fraco. O Rigen não foi suficiente pra suprir essa necessidade do meu cabelo, até porque ele é NUTRIENTE, não é RECONSTRUTOR. Ele cuidou das camadas mais externas, mas não cuidou da parte mais interior do fio.

Agora sem a Progressiva eu coloquei as Reconstruções ao meu Cronograma, essas com produtos que contenham Queratina como o RMC Azul da Amend, e deixando o Rigen para a Nutrição, que isso ele tira de letra!


Sobre Excesso de Proteína/Queratina

Estou usando Queratina na minha Etapa de Reconstrução, e o Rigen na minha Etapa de Nutrição já faz um tempo. Meu cabelo não ficou com aspecto "duro", nem "esticado", nem com quebra devido a rigidez, isso porque faço as Reconstruções apenas no dia do Cronograma que é referente a Reconstrução.

O uso do Rigen como Máscara Nutriente no dia de Nutrição, junto ao uso de uma Máscara Reconstrutora com Queratina no dia referente a Reconstrução, não é suficiente pra dar Excesso de Proteína e causar problemas.

Seu cabelo só terá quebra e rigidez devido a Excesso de Queratina se:

- Estiver fazendo alguma progressiva que contenha grande quantidade de Queratina junto a Reconstruções com Queratina
- Estiver usando outros produtos que contenham Queratina que não seja na fase de Reconstrução (ex. usar Queratina na Nutrição, na Hidratação, ou algum Leave-in de uso diário com concentração de Queratina muito forte).
- Estiver fazendo Reconstruções seguidas sem seguir a ordem especificada no Cronograma Capilar
- Estiver fazendo Cauterizações num curto intervalo entre uma e outra

Se fizer tudo como manda o Cronograma, prestar bastante atenção na composição dos produtos que está usando, isso não vai acontecer, podem ficar sossegados.

Observação Importante: A Rigidez no fio é um sintoma comum do cabelo que acabou de passar por uma Reconstrução e esse efeito vai embora na próxima lavagem. Não categorizem um produto como "ruim" por isso, porque isso é natural e não vai estragar seu cabelo.

ALERTA: Isso é a minha experiência num cabelo longo e descolorido praticamente até o platinado, que é um cabelo que perdeu muito de sua composição natural e necessita de produtos com componentes mais fortes para ficar firme. Se está lendo esse texto e seu cabelo é virgem, ou pouquíssimo descolorido, esse post pode não se aplicar ao seu caso, pois seu cabelo não terá as mesmas necessidades de um cabelo que foi descolorido.

Por hoje é só. =]